Sex, 28 de Abril de 2017

Prestação de contas do hospital é divulgada na 08ª Reunião Ordinária
Tribuna Livre: Provedor do Hospital São João relata os déficits financeiros encontrados após assumir a administração da instituição.

Na última reunião da Câmara, que aconteceu no dia 04 de abril, às 19:00h, foi votado e aprovado, em Plenário, pelos vereadores, dois projetos de lei.

O Projeto de Lei nº 10/2017, aprovado por unanimidade e com Emenda, institui no Município de São João Nepomuceno, a obrigatoriedade de divulgação pelo Poder Executivo dos medicamentos oferecidos à população na Rede Pública de Saúde, de autoria do vereador Heldemir Azevedo Alves. Portanto, será disponibilizada, após a sanção da lei, pelo chefe do Executivo, a listagem de medicamentos encontrados na farmácia do Município. A lista estará acessível para consulta no site Prefeitura, PAM, Hospital e Postos de Saúde.

O outro projeto aprovado, com Emenda, na Casa de Leis é o de nº 20/2017, que altera a Lei nº 1.924, de 19 de fevereiro de 1988. Essa alteração deve-se a nova composição paritária de membros, com direito a voto dos representantes de órgãos municipais, estaduais e civis. Deste modo, a nova composição é formada pelas seguintes representações:

I – Representantes de Órgãos Municipais:
a) Secretaria Municipal de Agricultura, Meio Ambiente e Turismo;
b) Secretaria Municipal de Educação, Cultura, Desporto e Lazer;
c) Secretaria Municipal de Obras e Serviços Públicos;
d) Secretaria Municipal de Desenvolvimento, Indústria e Comércio.

II – Representante de Órgão Estadual:
a) Instituto Estadual de Florestas – IEF.

III – Representantes da Sociedade Civil:
a) Centro de Educação Ambiental do Povo do Vale do Rio Pomba – CEAVARP;
b) Associação de Moradores;
c) Associação Protetora dos Animais – ASPA;
d) Sindicato Rural de São João Nepomuceno;
e) Associação Comercial e Empresarial de São João Nepomuceno – ACE.

Na reunião, o novo provedor do Hospital São João, Isaías Sporch de Freitas, também esteve na Casa de Leis onde utilizou a tribuna livre para tratar de assuntos relacionados aos balanços das atividades financeiras que foram contabilizados e encerrados no dia 30 de março para dar prosseguimento à nova gestão administrativa daquela instituição de saúde.

O provedor divulgou uma tabela simples durante a reunião demonstrando em números as pendências apuradas durante o levantamento das receitas e despesas do Hospital São João.

"É assustador, e eu quero passar para a população que realmente entristece ao saber que o Município tem um hospital tão importante, sendo uma casa que assiste o povo do nosso Município e mais doze cidades da região. É uma instituição filantrópica e também custeada com o dinheiro público", afirmou Isaías Sporch.
Nessa apuração, o provedor constatou uma dívida de R$ 6.053.193,00 (seis milhões, cinquenta e três mil e cento e noventa e três reais), apuradas até o último dia (30/04).

Isaías acrescentou também que a intenção não é fazer nenhum tipo de denúncia, nem prejudicar nenhum gestor que tenha passado pela administração do hospital. O objetivo do gestor ao utilizar a tribuna foi informar a situação aos vereadores e aos munícipes da precariedade financeira que se encontra o Hospital São João. O gestor explicou detalhadamente todos os números das dívidas e cada valor devido aos credores.

Posteriormente será exibida no site da Câmara a tabela constando todos os dados apresentados no Plenário pelo provedor do Hospital São João.

Na oportunidade, os vereadores realizaram seus pedidos apresentando as demandas da nossa comunidade, em que foram expostas doze proposições que serão encaminhadas ao Poder Executivo.

Mais informações sobre essa reunião acesse a nossa Rádio Câmara em Ação no site: www.camarasjn.mg.gov.br.